_114671822_mulher1

As mães demitidas durante a pandemia: “Tentei conciliar trabalho com meu bebê, mas perdi o emprego”

A pandemia chegou quando a advogada Nádia Silva, de Goiás, estava em seu segundo mês de licença-maternidade. Mãe solo (embora receba pensão do pai da criança), ela pretendia juntar um mês de férias à licença e aproveitar o período para encontrar um berçário para deixar o bebê quando voltasse ao trabalho. O plano não deu…

Detalhes
mulheres-na-politica

Por que ONU colocou Brasil entre piores em direitos políticos das mulheres

Após analisar 40 indicadores, divididos em oito temáticas referentes aos direitos políticos das mulheres na América Latina, levantamento do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e ONU Mulheres calculou o Índice de Paridade Política (IPP). No ranking de 11 países da região, o Brasil se posiciona em um nada honroso nono lugar, acima apenas do Chile e do…

Detalhes
o-primeiro-turno-das-eleicoes-2020-sera-realizado-em-15-de-novembro-1601067284380_v2_450x450

“Candidatas laranjas são mulheres iludidas”, diz promotora eleitoral

A promotora Vera Lúcia Taberti, de São Paulo, começou um trabalho de fiscalização de candidaturas fictícias de mulheres, as chamadas candidatas laranjas, em 2016. Desde então, desenvolve um trabalho para garantir que a lei de cotas que exige um mínimo de 30% de mulheres como candidatas seja cumprida, pesquisando e fiscalizando possíveis fraudes. Nas eleições…

Detalhes
gravidez-na-adolescencia-248237

MP quer apuração de ação de Damares no caso da menina de 10 anos vítima de estupro

BRASÍLIA – O Ministério Público entrou com uma representação junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), nesta segunda-feira (21), para apurar se a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, ofendeu a Constituição no caso da menina de 10 anos vítima de estupro.No documento, o subprocurador-geral, Lucas Furtado, pede que os ministros…

Detalhes
xestupro.png.pagespeed.ic.E5O50xL3tI

QUANDO O AGRESSOR DORME NA MESMA CAMA: A VIOLÊNCIA INVISÍVEL DO ESTUPRO MARITAL

“Eu me submetia a relações sexuais contra a minha vontade, sem entender de fato que o que estava acontecendo era uma violação.” A frase é da atriz Julia Konrad, que há pouco mais de um mês revelou, em uma carta aberta publicada na revista “Cláudia”, que viveu um relacionamento abusivo no qual era constantemente estuprada por seu…

Detalhes
violência

UFMG mapeia violência doméstica por 5 anos em BH e conclui: tempo entre agressões diminui à medida que casos se repetem

Um estudo desenvolvido por pesquisadores do Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública (Crisp), sediado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), monitorou por um período de cinco anos os casos de violência doméstica em Belo Horizonte. E a conclusão do estudo traz um alerta: quanto mais os casos se repetem, menor é o intervalo…

Detalhes