9f7b76485da111eb216d28ab9d61b976

Instituído formulário de risco na Justiça para mulheres vítimas de violência

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou a instituição do Formulário Nacional para Prevenção da Violência Doméstica contra a Mulher como um novo instrumento no combate à violência contra a mulher em todo o Poder Judiciário brasileiro. A decisão foi tomada na terça-feira (4/6), por unanimidade, durante a 292ª Sessão Plenária do órgão. A Resolução…

Detalhes
1559748826_838123_1559782462_noticia_normal_recorte1

De advogado ao presidente, narrativa machista do caso Neymar reforça estereótipos sobre a mulher

Relatos na mídia sobre a acusação de estupro tiveram protagonismo masculino e revelam “companheirismo perverso” para desqualificar a mulher que admite ter encontrado o jogador por sexo, apontam especialistas São de homens as principais vozes que têm contado os desdobramentos da acusação de estupro contra o atacante Neymar Júnior na imprensa brasileira. Da primeira declaração pública feita…

Detalhes
doarleite

Leite materno contém todos os benefícios para a saúde do bebê

  Mulheres que doam leite beneficiam recém-nascidos prematuros e crianças que estão internadas em UTIs neonatais e não podem ser amamentados pela própria mãe Para muitos a doação de leite parece ser somente um momento sublime, que todas as mães desejam e de suma importância somente para aquelas mulheres que conseguem amamentar, nada além disso. Ledo…

Detalhes
RP-2-Nascimento (1)

‘O MÉDICO QUE ESTÁ AO LADO DAS EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS COMBATE A VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA’, GARANTE OBSTETRA HUMANIZADO

No início do mês, o Ministério da Saúde emitiu um comunicado orientando para que se fosse evitado e possivelmente abolido o termo “violência obstétrica” em documentos de políticas públicas. A expressão passa a ser considerada ‘imprópria’ pela pasta, que alega que ‘tanto o profissional de saúde quanto os de outras áreas não têm a intencionalidade…

Detalhes
violencia-contra-mulher-1524598258863_v2_900x506

Aplicativo substitui “botão do pânico” para mulheres

Um novo aplicativo apresentado recentemente pode funcionar como alternativa aos “botões do pânico” usados em casos de violência contra a mulher. O app, chamado “Security Care” e desenvolvido por uma empresa homônima, funciona como uma espécie de “tornozeleira digital” para garantir a segurança de pessoas que recorreram a medidas protetivas contra a violência de gênero.…

Detalhes