_115213597_marybeard

‘A masculinidade é o inimigo, não os homens. Eu moro com um’, diz historiadora de Cambridge

A historiadora britânica Mary Beard (nascida em Shropshire, em 1955) é uma mulher multifacetada: especialista em Roma antiga, professora da Universidade de Cambridge, feminista, autora de pelo menos 18 livros e apresentadora da série documentais da BBC sobre o Mundo Antigo. Apesar de ser, talvez, a historiadora mais popular do Reino Unido, e de ter…

Detalhes
p-1-research-shows-us-workplaces-need-this-level-of-diversity-to-prevent-tokenism

Tokenismo: Onde só existe um único preto entre brancos, tem racismo

O conceito do “tokenismo” é fácil, muito fácil de ser identificado, especialmente em ambientes de classe média alta em diante. Em se tratando de Brasil, esses ambientes são majoritariamente brancos e hegemônicos, mas todo cuidado é pouco. Desconfie se nesses ambientes você se deparar com uma única pessoa negra. Sim, a síndrome do negro único…

Detalhes
LPECLGGTZBBPFIHJAGS5FJYUSY

Mulheres eleitas em prefeituras do país ainda têm avanço tímido, mas resultado reforça investidas

O número de mulheres eleitas para prefeituras em todo o país no primeiro turno das eleições municipais 2020 superou o total de prefeitas que ganharam em 2016. O avanço foi bem tímido. Neste ano, elas representam 12,2% dos prefeitos eleitos na primeira etapa do pleito, entre as quais está Cinthia Ribeiro (PSDB), reeleita prefeita de Palmas, capital do Tocantins.…

Detalhes
5fa4b3772400004b1fb03c09

Como o movimento de mulheres no Brasil contribuiu para construção do SUS

Criado pela Constituição de 1988 após anos de luta do movimento sanitário na década de 1970 e 1980, o SUS (Sistema Único de Saúde) contou com contribuição substancial do movimento de mulheres para se concretizar. A criação de um modelo de “serviços públicos de saúde coletiva e assistência médica integrados” era um dos pleitos da Carta das Mulheres…

Detalhes
bandeira-trans

Recorde de vereadoras trans é recado para a turma do “meninos vestem azul”

O Brasil é o país que mais mata transexuais e travestis no mundo. Segundo levantamento da ONG Transgender Europe, 868 pessoas trans foram assassinadas no Brasil entre 2006 e 2019. A violência não tem melhorado, pelo contrário. Entre janeiro e agosto deste ano, foram 129 assassinatos, segundo dados da Antra (Associação Nacional de Travestis e…

Detalhes
image560x340cropped

Redes sociais têm sido mais usadas por traficantes de mulheres e meninas em pandemia

Mulheres e meninas continuam sendo as principais vítimas do tráfico, apesar das estruturas jurídicas e políticas contra a prática em níveis nacional e internacional. A conclusão é do Comitê sobre a Eliminação da Discriminação contra as Mulheres, Cedaw.  Esta quarta-feira, o órgão publicou uma série de recomendações gerais enfatizando que a realidade do tráfico agora vai…

Detalhes
lélia gonzalez

Lélia Gonzalez, onipresente

Para entender e desconstruir o lugar do negro na sociedade brasileira, Lélia Gonzalez (Belo Horizonte, 1935-1994) esteve em todos os lugares. Filha de pais pobres, um operário negro e uma empregada doméstica descendente de indígenas, teve a oportunidade de estudar e se formou historiadora e filósofa. Já “perfeitamente embranquecida, dentro do sistema”, encontrou no mundo acadêmico contradições e…

Detalhes
Gepop_encontro-09-11-2020-divulgacao-2-768×768

WEBINAR MULHERES, FEMINISMO E ELEIÇÕES 2020

No dia 09 de novembro, às 19h, o Grupo de Pesquisa Gênero, Corporalidades, Direitos Humanos e Políticas Públicas (GEPOP), da Universidade Estadual de Londrina (UEL), realiza o webinar Mulheres, Feminismo e Eleições 2020. Participam do encontro: Fátima Jordão,  conselheira e uma das fundadoras do Instituto Patrícia Galvão; Silvana Mariano, pesquisadora e coordenadora do GEPOP; Maíra Kubik Mano,c…

Detalhes