c9746dd2e595302fc50d569779ebbb5c

Nota de posicionamento do PV Mulher Nacional em relação a aprovação do STF a favor das candidaturas negras nas eleições 2022

Na última Terça-feira (25/08) foi aprovado pelo STF, o financiamento e o tempo de propaganda eleitoral proporcional para candidaturas negras. Reconhecemos essa medida como uma vitória para o Movimento Negro e lamentamos que os partidos só terão obrigatoriedade a partir das eleições de 2022. No Brasil, 57% da população é composta por pessoas negras/pardas, e…

Detalhes
15786460715e183a3725591_1578646071_3x2_rt

Brasil teve uma mulher assassinada a cada duas horas em 2018, aponta Atlas da Violência 2020

O Brasil teve uma mulher assassinada a cada duas horas em 2018, apontou o Atlas da Violência 2020, divulgado nesta quinta-feira (27). Foram 4.519 vítimas de homicídio, o que representa uma taxa de 4,3 para cada 100 mil habitantes do sexo feminino. Seguindo a tendência de redução da taxa geral, a taxa de homicídios contra mulheres teve queda…

Detalhes
80play

Plataforma 180Play reúne cenas de séries, filmes e novelas como meio de conscientização sobre as cinco formas de violência doméstica e familiar contra as mulheres.

A Lei Maria da Penha (Lei n. 11.340/2006) está celebrando 14 anos. Considerada pela ONU uma das mais avançadas no mundo na defesa dos direitos das mulheres, a lei vai além da responsabilização dos agressores e traz em seu texto outros dispositivos, como a definição dos cinco tipos de violência: física, psicológica, sexual, patrimonial e…

Detalhes
pvm

Falta de regulamentação de recursos limita sucesso de candidaturas femininas nas urnas

Quando foi eleita a maior bancada feminina da Câmara dos Deputados em 2018, a obrigação de um financiamento mínimo para candidaturas femininas foi apontada como principal razão e como uma conquista na luta por ampliar a representatividade de gênero nos espaços de poder. Dois anos depois, a falta de regulamentação sobre a gestão de recursos pelos partidos brasileiros pode restringir…

Detalhes
cartilha_violencia_domestica_pandemia_sgc_1

Cartilha busca combater aumento da violência contra mulheres indígenas na pandemia

O desenho de uma mulher indígena, com expressão forte, acompanhada dos filhos pequenos e de outras outras mulheres, ilustra a capa da cartilha “Violência Doméstica e Violência Sexual em tempos de pandemia – Redes de apoio e denúncias: Você não está sozinha!”. O material, elaborado no contexto da pandemia da Covid-19, foi pensado para fortalecer as…

Detalhes
Tatiana Lemos (PCdoB)

Vereadora cortada de sessão em GO: “Homem se acha mais vereador do que nós”

“Corta a palavra da vereadora. É para cortar a palavra da vereadora. Agora”, disse, aos berros, o vereador Clécio Alves (MDB), durante uma sessão na Câmara Municipal de Goiânia realizada na terça-feira (4). A vereadora em questão era Tatiana Lemos (PCdoB), que participava remotamente do evento e pediu a Alves a palavra para discutir um…

Detalhes