wfr vgb frc v

Em família, médicos e juízes optam pelo aborto

Certa vez uma amiga muito querida me procurou desesperada: estava grávida e tinha praticado um aborto. À época, J. tinha 18 anos, acabara de ingressar na USP. Engravidou na primeira transa, com o colega de classe. Dele, ouviu apenas: “não vou assumir!”. Da mãe: “o seu pai vai te matar!”. Para interromper a gestação de…

Detalhes