Balanço dos Direitos Reprodutivos na América do Sul e Caribe em 2014, por Mónica Arango Olaya

Durante 2014, os debates em torno da garantia dos direitos reprodutivos na América Latina tiveram grande relevância. Apesar de terem sido dados passos importantes sobre sua proteção e reconhecimento, persistem barreiras formais e substantivas que seguem limitando o gozo efetivo dos direitos fundamentais das mulheres. Queremos compartilhar com vocês os avanços e retrocessos mais relevantes…

Detalhes